dom., 06 de set. | Youtube FIBRA Frente Internacional

Caminhos-Travessias: Brasileiros na Diáspora Movimentos Sociais e Ativismo Digital

A inscrição está fechada
Caminhos-Travessias: Brasileiros na Diáspora Movimentos Sociais e Ativismo Digital

Horário e local

06 de set. de 2020 10:00
Youtube FIBRA Frente Internacional

Sobre o evento

As narrativas e os movimentos sociais de uma sociedade podem ser contados de muitos modos. Nós brasileiros e brasileiras na diáspora temos as nossas. Na ditadura cívico-militar de 1964-1984, brasileiros vivendo fora do país foram chamados de exilados e também fizeram as suas pontes. Os 5 anos em 50 exasperou violências e subalternidades, mas a luta por garantias de acesso à direitos humanos e sociais não cessaram. As lutas de resistência, as quais concordamos ser componentes constitutivos da sociedade brasileira, não emudeceram, mas deram e dão polifonia ao texto da história. Assim, como o fluxo de brasileiros e brasileiras em território estrangeiro. Em 2013, viu-se ao redor do mundo (Argentina, Canadá, Espanha, EUA, França, Inglaterra, México), brasileiros e brasileiras levantarem cartazes em apoio aos protestos nacionais organizados pelo Movimento Passe Livre. Em 2016, diante ao golpe parlamentar, perpetrado por um impeachment a primeira mulher presidente do país Dilma Rousseff, grupos e coletivos voltaram com força, preocupados em denunciar as estratagemas de um sistema patriarcal e corrupto. Durante e após o período eleitoral de 2018 coletivos, redes e frentes - FIBRA (Europa), Mulheres da Resistência (US), US Network for Democracy in Brazil (US), têm denunciado amplamente os retrocessos que o Brasil vem experienciando, bem como, trabalhado para fortalecer as lutas e fazer parcerias com os movimentos sociais e políticos brasileiros. Deste modo, para o diálogo no Vozes de Fibra queremos discutir e refletir como essa colaboração e ponte entre os brasileiros e brasileiras vivendo em diferentes regiões do mundo, mas com ações políticas no seu lugar de origem, tem demonstrado a importância e o fortalecimento de diálogos internacionais, cuja dinâmica reorganiza narrativas migratórias, ativismos no nosso território de origem e juntos lutamos por garantias de direitos e justiça.

A inscrição está fechada

Compartilhe este evento