Buscar
  • Coletivo Por um Brasil Democrático CPBD

NOTA DE REPÚDIO pela indicação de Eduardo Bolsonaro para o cargo de Embaixador do Brasil

Juntamente com outros coletivos ao redor do mundo, o Coletivo por um Brasil democrático assinou a NOTA DE REPÚDIO pela indicação do Deputado Federal Eduardo Bolsonaro para o cargo de Embaixador do Brasil nos Estados Unidos.


Segue abaixo a nota na íntegra:


NOTA DE REPÚDIO pela indicação do Deputado Federal Eduardo Bolsonaro para o cargo de Embaixador do Brasil nos Estados Unidos

29 de julho de 2019


Nós, brasileiros e brasileiras vivendo nos Estados Unidos, repudiamos veementemente a provável indicação do Deputado Federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente em exercício, Jair Bolsonaro, para o cargo de Embaixador do Brasil nos Estados Unidos.

Nos preocupa enormemente o fato de Eduardo Bolsonaro ser filho do presidente em exercício. Lembramos que o nepotismo é proibido em nossa Constituição Federal de 1988 (Súmula Vinculante nº 13). Um embaixador não deve se limitar a representar o poder executivo federal mas a gama de interesses de Estado e da sociedade brasileira. Eduardo Bolsonaro não está preparado para representar o Brasil nos Estados Unidos. Vemos em suas declarações amplamente divulgadas pela mídia nacional e internacional que ele tem uma parca compreensão dos Estados Unidos e da sociedade norte-americana. A proximidade de Eduardo Bolsonaro com a atual Presidência dos Estados Unidos, além disso, coloca em risco a defesa dos interesses do Brasil junto aos representantes legislativos, estados, empresas, universidades e demais organizações. Diante da imprevisibilidade das eleições presidenciais em 2020, a sua nomeação poderá prejudicar de forma gravíssima as relações de Estado entre Brasil e os Estados Unidos.

Nos preocupa também que o deputado não tenha formação compatível com o cargo indicado. O histórico dos últimos embaixadores brasileiros nos EUA demonstra que os representantes anteriores possuíam uma longa trajetória em cargos similares e vasta formação que lhes preparou de forma efetiva para desempenhar o cargo de embaixador. A chefia da embaixada brasileira nos Estados Unidos da América é crucial para a defesa dos interesses políticos, econômicos e de segurança do Brasil assim como para a sua diáspora em solo norte americano.

A população brasileira vivendo em solo norte-americano é de aproximadamente 1.410.000, segundo os dados do Ministério das Relações Exteriores. Somos uma comunidade diversa, trabalhadora e detentora de direitos no Brasil e nos Estados Unidos. Desejamos um Embaixador que nos represente, defenda a segurança e os interesses da nossa comunidade. A ocupação desse posto estratégico por um político notoriamente engajado com o grupo da extrema direita global, coordenado por Steve Bannon, constitui uma ameaça séria à comunidade brasileira em território norte-americano. Seu apoio ao discurso de ódio contra migrantes promovido pelo grupo político do qual faz parte e sua consonância com o Governo Trump poderá abrirá portas para colaborações indevidas com a Embaixada e os consulados brasileiros no país. A rede de consulados tem historicamente atendido à população de forma exemplar, fornecendo acesso à direitos adquiridos por cidadãos brasileiros, não importando onde vivem e sob qual status jurídico se encontram.

Assim sendo, exortamos a Comissão de Relações Exteriores do Senado a não aprovar, caso a proposta do presidente vá adiante, essa indicação descabida e perigosa para os interesses do Brasil e para a garantia de direitos da comunidade que vive nos EUA. E se for a plenário, conclamamos os senadores e senadoras a rejeitar a indicação de Eduardo Bolsonaro para um posto tão estratégico para o lugar do Brasil no mundo.

Assinam essa nota os seguintes grupos e coletivos: 1. Brasileiros Contra o Golpe em LA - Los Angeles 2. Brasileiros no Exterior Pró PT 2018 3. Brazilian Women's Group 4. Brazilians for Democracy and Social Justice - Washington, DC 5. Coletivo Marielle Franco - San Diego 6. Coletivo Por Um Brasil Democrático - Los Angeles (CPBD-LA) 7. Columbia University Working Group for Democracy in Brazil 8. Defend Democracy in Brazil Committee - Nova York 9. Free Lula Committee USA 10. Grupo Re-Existir, Santa Cruz 11. Historians for Peace and Democracy (H-Pad) 12. Mulheres da Resistência no Exterior 13. Oklahoman Committee for Democracy in Brazil 14. Penn State Committee for Democracy in Brazil 15. Princeton Committee for Democracy in Brazil 16. Rede Defend Democracy - Brasil 17. Res-ATX - Austin, Texas 18. Resist Brasil - Boston 19. The Lantern - Austin, Texas 20. UChicago in Solidarity with Brazil 21. UCI - Orange County Brazilianists 22. US Network for Democracy in Brazil 23. US Network for Democracy in Brazil at Harvard 24. Western Massachusetts Committee for Democracy in Brazil

Se solidarizam: 25. Coletivo Andorinha - Frente Democrática Brasileira de Lisboa 26. Coletivo Brasil-Montreal 27. Collectif Alerte France Brésil 28. Hamburgo pela Democracia no Brasil 29. Libérez Lula - Comité de Solidarité à Lula et pour la Démocratie au Brésil 30. Rede Democrática Brasil - Canadá 31. Rede Solidariedade Brasil - Montreal

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo